Visita Virtual à Sacristia da Igreja de São Roque

0,01

Descrição

A edificação da igreja, realizada a partir de 1566, durante o reinado de D. João III, apresenta uma fachada austera.
O interior é de uma só nave com capela-mor ladeada por pequenos altares que abrem para um transepto inscrito, e oito capelas em galerias que correm os alçados laterais. As capelas, agrupadas quatro a quatro, são respetivamente: no alçado lateral direito – Capela da Senhora da Doutrina, Capela de S. Francisco Xavier, Capela de S. Roque e Capela do Santíssimo; no alçado lateral esquerdo – Capela da Sagrada Família, Capela de Santo António, Capela da Senhora da Piedade e Capela de S. João Batista. As janelas rasgadas nas galerias laterais e no alto do coro, permitem todo um jogo de luz, onde contrastam os claros e escuros, proporcionados pela decoração com talhas, pinturas, azulejos e mármores que formam um excelente conjunto de artes decorativas maneirista e barroca, que conferem ao espaço interior uma noção de grande volume. Este tipo de igreja conhecido por “igreja-salão”, serviu de modelo a outras, construídas pelos Jesuítas, não só em Portugal, mas também no Oriente e no Brasil.

A Sacristia alberga valioso mobiliário (arcazes do século XVII) em madeiras exóticas do Brasil (jacanrandá), com incrustações de marfim. As paredes, ornadas por três séries de pintura sobrepostas até ao teto, são da autoria de mestres portugueses: a primeira fila, foi pintada entre 1619 e 1630, pelo artista maneirista André Reinoso, representa passagens da vida de S. Francisco Xavier; a segunda e terceira fila, são posteriores (colocadas após o terramoto de 1755), relatam a Paixão de Cristo e a Vida de Santo Inácio de Loyola e devem-se, respetivamente, a Vieira Lusitano e a André Gonçalves (?). O teto, em abóbada de berço, possui caixotões pintados com frescos seiscentistas e temática alusiva a Nossa Senhora.

Aceda aqui à Visita Virtual.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Visita Virtual à Sacristia da Igreja de São Roque”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese