Artigo: O culto das onze mil virgens na igreja de São Roque

0,00

Digital

Descrição

A lenda romântica das Onze Mil Virgens, que se popularizou na Europa desde a alta Idade Média, narra que Úrsula, lha do rei romano-britânico Donaut de Dumnonia, no sudoeste da Inglaterra, embarcou para se juntar a seu noivo, o governador pagão Conan Meriadoc, da Armórica, (península da Bretanha) juntamente com 11 servas virgens. Porém, uma tempestade miraculosa desviou-as para um porto da Gália, onde Úrsula declarou que antes de se casar gostaria de fazer uma peregrinação por toda a Europa. Tomou, então, o caminho de Roma com suas companheiras e persuadiu o (inexistente) papa Ciríaco (que havia abdicado do seu trono papal) e o bispo de Ravena Sulpício, a juntarem-se a elas…
Texto de ANTÓNIO MEIRA MARQUES HENRIQUES
Técnico Superior do Museu de São Roque

Fonte: Revista Cidade Solidária n.º 26
Edição: SCML, 2010

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Artigo: O culto das onze mil virgens na igreja de São Roque”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese