Centro de apoio social de São Bento: processos estruturantes

0,00

Digital

Descrição

À entrada do século XX, na zona de São Bento, junto ao Palácio das Cortes (atual Assembleia da República), a Sociedade Protetora das Cozinhas Económicas encomendara a construção da Cozinha Económica nº 6, tendo sido inaugurada em abril de 1906. Tal como as congéneres, esta cozinha destinava-se a proporcionar refeições acessíveis à população mais carenciada, sobretudo à classe operária. Em 1928, as cozinhas foram transferidas para a Santa Casa da Misericórdia, sobrevivendo hoje os edifícios de apenas duas, nos Anjos e em São Bento. Foi nesta última que a Santa Casa instalou, em 1997, o Centro de Apoio Social de São Bento. Em breves páginas, traça-se o percurso do projeto de criação deste equipamento que se instalou em São Bento, dedicado à promoção e apoio à integração de indivíduos em situação de exclusão social e de sem-abrigo em Lisboa, e enuncia-se a estratégia, a metodologia de intervenção e o processo de trabalho em articulação com o utente e com os outros serviços. Ultrapassando hoje largamente as funções iniciais da Cozinha Económica n.º 6, inclui três ateliês ocupacionais, uma loja de venda de produtos artesanais e um espaço de inclusão digital, sendo uma referência no coração da cidade. Este livro integra a Coleção Sebentas de Ação Social, uma linha editorial dedicada à partilha de conhecimento adquirido e consolidado pela prática, na consciência, porém, de que esse conhecimento está sempre em permanente construção e melhoria.

Autores: Rita Valadas (dir.); Celeste Brissos (coord.); Rui Santos; Ana Zagalo e equipa

Ano de publicação: 2016
Editor: SCML
ISBN: 9789898712400

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Centro de apoio social de São Bento: processos estruturantes”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese